Notícias

Teatro, literatura e fotografia preenchem agenda da capital espanhola

Literatura, fotografia e teatro portugueses marcam este mês o calendário cultural da capital espanhola, Madrid, estando prevista a apresentação da peça «A filha rebelde», protagonizada por Ana Brandão, noticia a agência Lusa.



A obra, que está patente ao público no Teatro de Madrid nos dias 24, 25 e 26 de Maio, baseia-se na obra com o mesmo nome de José Pedro Castanheira e Valdemar Cruz, com adaptação de Margarida Fonseca Santos.

Também a partir do dia 24 de Maio, o Círculo de Belas Artes em Madrid acolhe High Speed Press Plate, a primeira exposição individual de fotografias de José Luís Neto em Espanha.

A exposição das obras de Neto, vencedor do Bes Photo05, está comissariada por Cláudia Camacho.

A agenda cultural portuguesa em Madrid este mês completa-se com um debate literário sobre o tema «Narrativa contemporânea em português: a obra de Manuel A. Pina, Gonçalo M. Tavares e Ondjaki (Angola)».

A mesa-redonda, de apresentação das traduções em castelhano das obras destes autores lusófonos (da Xordica Editorial), conta com a presença do tradutor e crítico Félix Romeo e de João de Melo, escritor e conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em Madrid.

Para Junho estão previstas outras iniciativas, nomeadamente um ciclo de cinema português na Filmoteca Espanhola, numa organização conjunta do ICA (Instituto do Cinema e Audiovisual) e da sua congénere espanhola, a ICAA.

Também no próximo mês será inaugurada uma exposição de manuscritos, correspondência e traduções de Eugénio de Andrade, no Ateneu de Madrid.

Está ainda prevista uma conferência por Eduardo Lourenço, um recital de poesia, a projecção do filme «Coração habitado: vida e obra de Eugénio de Andrade» e uma mesa-redonda com a participação de Arnaldo Saraiva (director da Fundação Eugénio de Andrade), Paula Morão (professora) e os tradutores Ángel Campos Pámpano e Jesús Munarriz.

Portugal Diário de 18 de Maio