Relatórios

O Fundo Monetário Internacional (FMI) considera que, em 2016, o México, a América Central e as Caraíbas vão ser as sub-regiões da América latina mais beneficiadas pela conjuntura económica global. (more…)
Ler mais
A par da economia mundial, a principal tendência para a região América Latina e Caraíbas, durante o ano de 2015, é de desaceleração das exportações. Estima-se que a contração seja de 14%, nas vendas de bens da América Latina e Caraíbas, durante 2015. Trata-se da maior quebra des
Ler mais
Presidente do IPDAL comenta as principais tendências comerciais da Região América Latina e Caraíbas, no ano 2015. (more…)
Ler mais
De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a sub-região América Central irá crescer 3.9% em 2015 e 4.2% em 2016. Para o México, o FMI prevê um crescimento de 2.3% este ano e 2.8% em 2016. A expansão da economia colombiana será de 2.5% em 2015 e 2.8% em 2016; o Chile regista um c
Ler mais
As mais recentes previsões do Banco Mundial apontam para a retoma do crescimento económico da região latino-americana em 2016. O Banco Mundial perspetiva que o crescimento regional atinja 1%. Panamá (6%), República Dominicana (4,9%) e Nicarágua (4,6%) lideram a lista dos países que mais ir
Ler mais